ANOREXIA E BULIMIA

BULIMIA E ANOREXIA
A bulimia é a necessidade compulsiva e, às vezes, incontrolável de devorar a comida. Chega a tal ponto que as pessoas atingidas provocam o vômito para poder comer de novo. Essa forma grave leva diretamente à depressão, se não puder ser tratada rapidamente e de forma inteligente.

Ela nos fala da necessidade de preencher um vazio existencial, de gerar as nossas angústias a todo o momento através da alimentação. Isso representa a primeira relação com a vida e com o primeiro ser que nos ama e nos concede a vida e o seu amor, ou seja, a mãe. A relação que mantemos com a alimentação está fortemente impregnada da 'lembrança" dessa relação com a mãe e do caráter satisfatório e compensatório que ela pôde ou soube representar.
Cada tensão, frustração, falta, necessidade de compensação ou de recompensar, se dará através da alimentação. O medo, a incerteza de não poder Recomeçar levam à atitude compulsiva e repetitiva, ou então ao estoque.

A anorexia, por sua vez, representa o fenômeno exatamente inverso. A relação de afeto com a mãe e a sua representação nutritiva foram insatisfatórias. Mãe "ausente", pouco afetuosa, que não desejava a criança ou então gostaria de um menino no lugar da menina (ou de uma menina no lugar do menino) - são muitas as memórias que às vezes desvalorizam a relação com o alimento e fazem com que ele deixe de ser atraente para nós ou, pior ainda, que se torne repugnante. Nesse caso também, a anorexia pode vir a ser grave, a ponto de levar a pessoa à desnutrição mortal do seu corpo.

SEM DESESPERO: Estes transtornos são tratáveis através da Microfisioterapia e tem resultados excelentes!
A fisioterapeuta Dra. Marcia Sordi Fernandes, que atende em Santa Fé do Sul, relata o caso atendido em seu consultório :
Paciente de 12 anos, sexo feminino, com anorexia desde os 6anos quando seu irmão nasceu. Além disso apresentava Síndrome do Pânico e pavor em vomitar. Tratava há muito tempo com psicotrópicos e terapia comportamental mas sem grandes resultados. Segundo sua mãe, ela engordava 500g e perdia 600g. Realizou 2 sessões de Microfisioterapia e em 60 dias engordou 11kg.

Concluímos, assim, a grande eficácia e rapidez para tratar estes pacientes com a técnica da Microfisioterapia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua mensagem ou depoimento! Obrigada.