TOC - Transtorno Obsessivo

Metafisicamente, o TOC representa a falta de confiança em si. A pessoa cria fantasias trágicas e obriga-se a cumprir alguns rituais, com medo que coisas terríveis possam acontecer.


O TOC é um transtorno mental e de ansiedade, que se apresenta em forma de alterações do comportamento, com a presença de rituais, compulsões, repetições e evitações, tais como não tocar em algo ou evitar certos lugares.

Dentre as obsessões, destacam-se: preocupações excessiva com limpeza, repulsa de sujeira, medo de germes e contaminações, ideia fixa em relação à simetria, exatidão, ordem, sequência e alinhamento.

Entre os comportamentos metódicos destacam-se: fechar a porta antes de deitar, lavar as mãos antes das refeições ou depois de usar o banheiro, evitar usar toalhas de mão ou rosto que já foram usadas.

A falta de confiança em si promove a busca de referências externas, tais como querer dar conta de todos os detalhes para que nada dê errado. Sendo assim, a pessoa realiza minuciosamente cada procedimento, dando muita importância às opiniões alheias. Pelo fato de se apoiar nas situações externas, torna-se metódica para se sentir segura diante às situações corriqueiras.


As causas do TOC não estão bem esclarecidas. Certamente, trata-se de um problema multi fatorial. Estudos sugerem a existência de alterações na comunicação entre determinadas zonas cerebrais que utilizam a serotonina. Fatores psicológicos e histórico familiar também estão entre as possíveis causas desse distúrbio de ansiedade.

A MICROFISIOTERAPIA age buscando através do toque no corpo do paciente quais os órgãos apresentam bloqueios e, muitas vezes, é possível datar acontecimentos que puderam levar ao desenvolvimento deste quadro. Percebe-se melhora em todo o quadro de ansiedade e psicoses. Também ocorre a desintoxicação o corpo devido medicações que o paciente pode ter ingerido no decorrer da vida.
Crianças e adultos podem ser tratados.

Os resultados são sentidos logo após a primeira sessão. A regressão do quadro depende do tempo da instalação do quadro, porém não é uma regra.

Geralmente 3 sessões, com intervalos de 30 a 60 dias, é a média de sessões.


ATENÇÃO:

- Crianças podem obedecer a certos rituais, o que é absolutamente normal. No entanto, deve chamar a atenção dos pais a intensidade e a frequência desses episódios. O limite entre normalidade e TOC é muito tênue;

- Esconder os sintomas por vergonha ou insegurança é um péssimo caminho. Quanto mais se adia o tratamento, mais grave fica a doença.

- O resultado da Microfisioterapia é mais rápido quando é iniciado logo que se percebe qualquer mudança de comportamento. Esconder os sintomas por vergonha ou insegurança é um péssimo caminho. Quanto mais se adia o tratamento, mais grave fica a doença.

Um comentário:

  1. Olá, tambem sou terapeuta e gostaria de saber mais deste processo!

    ResponderExcluir

Deixe sua mensagem ou depoimento! Obrigada.